Séries

As irmãs de Orphan Black [1ª e 2ª Temporada]

Olá, seus lindos! Como vão?

Quem mais ama NetFlix? Eu amo e odeio. Porque ao mesmo tempo que acho coisas maravilhosas lá, aquele lugar me prende por hooooras. E foi exatamente isso que aconteceu quando achei Orphan Black. Comecei de forma despretensiosa até que a série me pegou e eu assisti em poucos dias duas temporadas. Qual a minha conclusão? Orphan Black é diferente de tudo que você já viu.

Tudo começa quando Sarah Manning está voltando para ver a sua filha (de quem ficou longe por muito tempo) e assiste uma mulher se suicidando ao se jogar na frente de um trem. Mas o mais estranho de tudo é que a mulher é IDÊNTICA a ela. Então Sarah resolve roubar a identidade de Beth com a intenção de praticar um golpe (vulgo esvaziar as contas dela e ir embora). Só que a coisa sai TOTALMENTE do controle. Sarah descobre que Beth era policial e estava sendo investigada pela morte de uma mulher. Se isso já não bastasse, o passado de Sarah corre atrás dela e Beth está envolvida em uma bagunça sem fim.

Agora você se pergunta: por que elas são idênticas? Bem, como Sarah é órfã, eu imediatamente pensei que eram gêmeas. Só que a coisa é bem mais embaixo. Sarah não tem uma irmã gêmea, ela é um clone. O que faz com que existam muitas outras mulheres com a cara dela. Loucura, certo? Imagina todo dia encontrar uma pessoa IGUAL você?! Só que o legal é que mesmo tendo o mesmo rosto, elas têm personalidades completamente diferentes.

orphan-black-tatiana-maslany-clones-sarah-alison-cosima-helena-rachel

Isso faz com que o seriado ganhe um dimensão fora do comum. Você consegue amar e odiar pessoas com o rosto idêntico. E você consegue diferenciar elas, mesmo quando estão “vestidas” da outra. É uma coisa muito louca que nos faz parabenizar a atriz.

Além disso, o seriado nos mostra vários tipos de relação. A relação entre os clones do “bem” que se tratam como irmãs e cuidam uma da outra. Temos Sarah e Felix que são irmãos adotivos e têm uma relação de dar inveja em muita gente. Temos a relação entre os clones e os “monitores” que acaba comigo em todos os sentidos possíveis. E essa eu quero explicar.

Paul-Sarah-Screencaps-paul-and-sarah-34581007-500-281

Vamos lá. Digamos que você criou uma coisa super top, então o que você faz? Coloca alguém pra ficar de olho na sua criação, certo? Pois é isso que eles fizeram com os clones: colocaram monitores. Só que a gente sabe o que acontece quando você convive muito com alguém, né?! Se apaixonar, algumas vezes, é inevitável. E essas relações acabam comigo. Porque ao mesmo tempo que a gente sabe que o que os monitores estão fazendo é errado, nós nos apaixonamos por eles!!

orphan black segunda temporada foto3

Ou seja, Orphan Black consegue ter de tudo um pouco na medida certa. Tem ficção científica, romance, suspense, ação, comédia… e muitas, muitas reviravoltas. É o tipo de série que faz você acreditar que sabe tudo, para logo em seguida ter certeza que não sabe de nada. E tudo faz tanto sentido e ao mesmo tempo é tão louco que você não consegue simplesmente abandonar a série. E céus, tem cada personagem que me enlouquece.

Eu acabei de terminar a segunda temporada e estou LOUCA pela terceira, ao mesmo tempo que estou morrendo de medo, porque escutei alguns boatos sobre um dos meus personagens preferidos. E ó, mesmo que pareça que eu contei mil spoilers (e de fato tenha contado alguns, sorry), eles não afetarão em NADA na hora de assistir. E você vai ter tantas surpresas que não saberá lidar com essa série, da mesma forma que eu não sei.

E tenho só um adendozinho: quero ser a Sra. S quando crescer. Que mulher foda! <3

sra s

Assistam, meu povo. Assistam!

s e paul

Beijos!

Laury

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *