Resenhas

[Resenha] Baseado em Fatos Reais – Fernando Moreira

Resenha 2

Olá, pessoas lindas! Como vão?

Devo compartilhar com vocês que estou bastante aliviada e feliz. E assustada. Os dias de grérias (férias da faculdade seguidas por dois meses de greve na minha Universidade) acabaram e tudo voltou ao normal. Ou quase isso. Mas é bom estar de volta, ao mesmo tempo que já estou morrendo de saudade do ócio (mais ou menos) produtivo que tive nos últimos três meses.

Como sabem, eu sou aluna de Jornalismo na Universidade Federal de Goiás. Não me arrependendo de ter escolhido essa carreira e me sinto bastante sortuda por ter como meu trabalho a oportunidade de conhecer de tudo um pouco no mundo. E o que tenho pra falar hoje tem a ver tudo com isso: Jornalismo e um pouquinho de tudo.

Orgulhosamente apresento a vocês o livro Baseado em Fatos Reais, de Fernando Moreira.

Baseado-emFatos-Reais

Baseado em Fatos Reais, do jornalista e curioso brasileiro Fernando Moreira, traz em suas 14 histórias uma mistura de acontecimentos jornalísticos, fatos reais, boa literatura, diversidade cultural e, me atrevo dizer, comédia. O inusitado é o principal ingrediente desse livro. Podemos até chamá-lo de sua força motriz.

Em 2006, Fernando Moreira criou o blog Page Not Found com a finalidade de noticiar fatos considerados irrelevantes para a grande imprensa. Esses fatos não tem, essencialmente, grande importância para o público. Mas são fatos curiosos, o que facilmente pode prender a atenção e até arrancar risadas dos leitores.

Mas o livro não é uma espécie de coletânea das publicações mais comentadas ou mais estranhas do blog. As 14 histórias do livro são inspiradas nos fatos noticiados pelo blog, criando esquetes divertidos e com críticas (explícitas ou não) a sociedade. Fernando Moreira, assim como muito claro no título, se baseia em fatos reais para escrever literatura.

Um questionamento que tive ao ler o livro foi se ele, de alguma forma, poderia ser considerado um produto de Jornalismo Literário, que é o “empréstimo” de características da literatura para a construção de um relato jornalístico de um fato 100% verídico. Acredito que Baseado em Fatos Reais seja algo como a inversão dos fatores dessa conta: foi o resultado do empréstimo do fato real e da linguagem jornalística para a criação de uma obra literária (gente, isso dá um TCC!).

Fiquei bastante impressionada com a atualidade e com o quão próximas me pareciam algumas das histórias. Por ter sido inspirado em acontecimentos verdadeiros, a verossimilhança é algo muito forte no livro. Inevitavelmente você se pega pensando naquele fulano que você conhece que pensa igual ao beltrano do livro.

Das 14 histórias, quatro me chamaram muito a atenção e se tornaram as minhas preferidas. Em uma delas, uma vereadora tenta garantir aos seus cidadãos o direito ao orgasmo, alegando ser esse um direito primordial do ser humano, além de fator de vital importância para a manutenção da ordem e do progresso da sociedade.

Já em outra, que é a maior do livro, diga-se de passagem, temos uma cidade inteira convencida de que o Apocalipse estava próximo e que começara ali, naquele pequeno município do interior. O que me chamou a atenção nessa história (e provavelmente na que a baseou) foi o quão barulhento algo insignificante pode se tornar se mal interpretado ou entendido através do senso comum, de dogmas ou do medo da danação eterna.

Outras duas histórias se revelaram extremamente atuais pelo seu tema: pessoas transgênero. Na primeira delas vemos um ex-marido tentar anular a pensão da ex-esposa, agora um homem. E, na segunda, um pai desconhecido que se apresenta para a filha, 21 anos depois e do outro lado do mundo, como uma mulher.

As considero atuais por esse ser um assunto que é cada dia mais discutido no mundo, mesmo que ainda não o bastante, e por termos acompanhado há pouco tempo a tão noticiada transição de sexo de Caitlyn Jenner, anteriormente Bruce Jenner, ex-atleta e ex-padrasto das irmãs Kardashian.

Considero Caitlyn um exemplo de superação, mas confesso que após a leitura desse livro, de forma até um pouco fria, fiquei me perguntando quais foram os tramites legais para essa transição, além dos impactos reais que isso causou a família (o que é mostrado em Keeping Up With The Kardashians não conta) como nas histórias de Baseado em Fatos Reais.

O livro é bem gostoso de se ler, tanto pela escrita do autor quanto pela sua edição. Publicado pela Editora Agir, Baseado em Fatos Reais tem 267 páginas e a diagramação não é daquelas que dá vontade de abandonar a leitura logo na primeira página. Pelo contrário. Sou bastante chata com essas coisas e esse livro foi muito bem cuidado e acabado.

Envergonhadamente, confesso que não conhecia Fernando Moreira e nem o seu blog Page Not Found. Mas depois de ser tão bem apresentada a sua escrita, já salvei a página inicial do blog nos meus favoritos e pretendo acompanha-lo sempre, já que assim como ele, sou Jornalista e curiosa.

Recomendo fortemente a leitura desse livro e os convido para caminharem pelo lado inusitado da força.

Espero que tenham gostado dessa resenha! Até a próxima!

Beijos de Luz ^^

Bia

One Comment

  1. Olá, Beatriz! Quem escreve é o autor do livro. Obrigado pela resenha e pelos elogios. Acho que não merecia tanto. E obrigado pela apresentação da teoria da literatura-jornalismo-literatura que pode acabar em um TCC. Não tinha pensado nisso. Um abraço. Fernando Moreira

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *