Séries

[Séries] Supergirl: piloto vazado na internet

banner supergirl

Olá, seus bonitos! Como vão?

Há um tempinho saiu os rumores de que teria uma série para a SuperGirl, depois saíram as imagens promocionais e então o trailer. Todo mundo ficou ansioso e sexta o piloto vazou na internet. Como? Um disputa entre dois grupos de hacker.

A atração da CBS gira em torno de Kara Zor-El (Melissa Benoist) que, aos 12 anos, foi enviada de seu moribundo planeta Krypton para a Terra, onde foi acolhida pela família Danvers, que a adotou e ensinou Kara a ser cuidadosa com seus extraordinários poderes. Após reprimir suas habilidades por mais de uma década, aos 24 anos Kara é forçada a expor seus poderes em público durante um inesperado desastre. Empolgada com o seu primeiro ato de heroísmo, ela começa a abraçar suas habilidades sobrehumanas para ajudar as pessoas de sua cidade e se tornar a heroína que estava destinada a ser.

Bem, não vou discutir o mérito do vazamento porque não vale a pena, mas queria discutir sobre a série no geral. Quando teve o anuncio, eu fiquei com um pé atrás, porque achei uma cópia absurda da ideia da Marvel. Sabe aquela coisa de filmes e séries, tudo interligado? Então. Porque eu sinto que vai acabar sendo assim.

Mas tudo bem, ignorando isso tudo, vamos falar do piloto. Vi na minha linha do tempo todo mundo falando do piloto, então decidi ver, porque a curiosidade é maior que tudo.

Não sei exatamente o que pensar. Gostei da imagem do antigo planeta e da coisa toda dela ser a prima enviada para proteger o baby (vulgo super homem), mas eu fiquei bem perdida na coisa do parentesco. Quem é a mãe dela, quem é a mãe do super homem… Essa coisa toda. Acho que faltou uma explicaçãozinha melhor pra isso. Só acho.

sg4

Um ponto que achei interessante foi a presença do feminismo e do machismo. Como obviamente não poderia deixar de ter, considerando que é um seriado sobre um herói, mas do sexo feminino.

Temos várias mulheres fortes no seriado. Temos a dona do jornal, temos a mãe da super girl (a do outro planeta mesmo), temos a irmã dela, temos a futura vilã… Enfim, temos muitas mulheres fortes, mas a nossa super girl, não tem lá muita coisa de super. E desculpa, mas o que eu mais fiquei pensando no início do episódio foi: “Como ela iria proteger o super homem?“.

Acho que deve ser mal de Kryptoniano, só pode. mas essa mania dela e do super homem de querer ser normal e tudo mais é meio irritante. Eles querem ser super bons, não querem usar os poderes, querem ser como todo mundo… Cara, me conta o que tem de tão bom em ser humano? Mas tudo bem, apesar de ter passado a vida toda “sendo humana”, determinado acontecimento faz com que Kara precise encarar quem ela realmente é.

Supergirl-Trailer6

Agora, imagine a surpresa quando ela descobre que “Nossa, ter super poderes é legal“. Então ela resolve que, simples assim, ela combaterá o crime. E ela apanha. Apanha muito. Como dizem: apanha muito, apanha rude. Fiquei com dó da amiga. E com uma preguiça enorme dela também.

Desculpa, mas entendam o meu lado. A Kara é aquela menina que por escolha própria resolveu ser aquém de quem realmente é, que não sabe escolher uma roupa, que é super boazinha, que entrega café para a chefe… E então, de repente, ela decide que quer ser uma super heroína. É como se o estagiário falasse “Ah, amanhã (literalmente amanhã) eu vou virar o CEO da empresa.“. Não é assim, amiga.

supergirl-Kara-Danvers

O que eu quero dizer com isso? Queri dizer que achei Kara e a supergirl bem inocente. E amadora.

Mas tudo bem. Acredito que essa seja a intenção da série, mostrar o crescimento dela e tudo mais. Só acho que ela deve ser menos indecisa da vida (mesmo que o primo dela também seja um poço de indecisão), porque se ela continuar nesse nível, a irmã dela vai roubar o foco fácil, fácil. Isso sem falar na vilã que foi apresentada no final do episódio. A vilã é super poderosa, então se a supergirl não se tornar super até lá, vai ser mais fácil gostar da vilã do que gostar dela.

supergirl

O bom é que falei sobre mil coisas envolvendo as mulheres fortes, mas não falei dos homens. Tudo bem. Sobre o machismo. Temos muitos homens subestimando as mulheres no seriado, principalmente a super girl. Não acho que eles estão errados de subestimá-la, porque até eu mesma a subestimaria, mas o ponto é que eles a subestimam por ser mulher e não por ser… lerda. E achei interessante que toda vez que isso acontece, sempre tem uma mulher forte para aparecer e dizer “Só por que ela é mulher, você acha que ela não consegue?“.

supergirl_2

Achei isso bem bacana, a sobreposição “mulher não pode” ao lado de uma mulher forte e poderosa. Assim como a análise do nome “supergirl”. Porque o “superman” é super homem, e ela é super garota. E ela não gosta do “garota”, por achar fraco de mais, como se uma garota não fosse capaz de fazer nada de extraordinário. Mas então vem a mulher forte (chefe dela) e explica que não tem nada de errado em “garota”.

Ou seja, a supergirl é a garotinha que tem medo do mundo e que precisa de mil pessoas em volta para dizer que ela é super e pode sim fazer as coisas. Mas pelo menos ela está tentando, e por tentar eu estou dando crédito a ela.

E então, vocês já assistiram? Pretendem assistir?

Confiram o trailer:

Há previsão de estreia oficial é 2015/2016, mas vamos ver se algo vai mudar com o vazamento do piloto.

Beijos!

Laury

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *