Resenhas

A Última Nota – Felipe Colbert & Lu Piras

A ultima nota

 

Alicia Mastropoulos é grega. E para sua família isso é tudo o que importa e deve importar, ela deve seguir a tradição e ser uma ótima mulher grega casada com o seu namorado grego Theo. Mas não é bem assim que ela pensa, Alicia é a spalla (primeiro-violino) da orquestra da sua universidade e seu maior sonho é a música, assim como de seu avô. E em uma homenagem a pessoa que lhe deu seu maior sonho, ela toca uma das músicas dele.

E se a música fosse capaz de mudar toda a sua vida?

O mundo de Alicia começa a virar de cabeça para baixo quando surge em um hospital um homem que não sabe quem é. Tudo o que sabe é um nome: Alicia. O que esse homem misterioso poderia mudar em sua vida?

Talvez nada me encante tanto quanto a arte. Eu acredito que é nela que repousa o melhor do ser humano. Toda a sua vida, toda a sua alma e todo o seu amor. E que ela é capaz de tudo.

A Última Nota fala sobre acreditar nos sonhos, sobre amadurecer, perdoar e viver. Mostra que às vezes o destino simplesmente nos oferece a felicidade e cabe a nós aceitá-la ou não. E quando temos que ponderar tudo, o que é mais importante: as tradições ou o coração?

Adorei a personagem principal, mas em certos momentos Alicia me deu raiva. Ainda que seja difícil escolher qual caminho seguir, muitas vezes ela escolhia errado de mais. Theo foi o exemplo da pessoa para não se ter do lado, enquanto Sebastian era exatamente quem se deseja.

Os personagens responsáveis por boa parte da trama foram os pais da Alicia e sua fascinação por tradições. Entendi o ponto deles, mas não é bem um ponto com o qual concorde. Mas minha personagem favorita foi Cecília, a avó de Alicia. Simplesmente meiga, fofa e acolhedora. Tudo que se quer de uma avó e de toda a sua família, a apoiando sempre e pensando no seu bem.

A Última Nota é a maestria estrutural de Felipe Colbert com toda a doçura da Lu Piras. Uma combinação simplesmente perfeita e impecável de dois dons. Da mesma forma que Sebastian e Alicia juntos conseguem emocionar com a música, eles fazem isso com palavras. E eles me fizeram chorar. Muito!

O livro é o amor na arte, em cada som, em cada página, em cada palavra, em cada nota. E a última nota é literalmente a nossa ultima lágrima, aquela que nos faz amar, que nos faz sentir. A Última Nota é aquele livro que nos faz acreditar que tudo é possível. Porque a arte é apenas mais uma extensão da magia.

Selinho o/

selinho awn de qualidade1

Já leram? O que acharam?

Beijos!

Laury.

 

0 Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *