Textos contos e blábláblá

[TCeB] 10 Escritores Famosos com Doenças Mentais

Textos contos e blablabla

Eu como uma pessoa apaixonada em ler e escrever, acredito que nesse ramo todo mundo tem um pouco de louco, vocês não acham? Afinal, passamos mais tempo no mundo da fantasia do que no mundo real, nos apaixonamos e decepcionamos por pessoas que nem mesmo existem, derramamos lágrimas e rimos de situações que nunca aconteceram… Normais é que não somos, certo?

Mas bem, existem algumas pessoas do ramo literário que levaram a loucura um pouco mais a sério por assim dizer. E esse site aqui fez uma lista com alguns deles. Vamos conferir?

.

1 – Philip K. Dick: Em sua adolescência ele teria sido diagnosticado com esquizofrenia, fato que o aterrorizava. Para piorar o abuso com as drogas, especialmente alucinógenos como o LSD piorou o quadro. Diz-se que o romance seminal Valis só existe por causa de suas visões e alucinações. Em sua vida sofreu com vários colapsos nervosos, mas mesmo estes problemas não impediram que se tornasse um dos gênios que a literatura já criou, influenciando muitas gerações com sua biografia de sucessos literários;
2 – Franz Kafka: É geralmente aceito que Kafka sofria de depressão clínica e ansiedade social. Ele também sofria de enxaquecas, constipação, insônia, furúnculos, e outras doenças, todas geralmente provocada por tensões excessivas e luxações.
3 – Fernando Pessoa: Tido muitas vezes como bipolar, há também teorias que o colocam com Transtorno de Personalidade Múltipla, e embora isto seja muito polêmico, seus diversos pseudônimos, e as oportunidades que o poeta assumiu diferentes identidades corroboram com os que pensam desta forma;
4 – Sidney Sheldon: Em sua auto-biografia o autor revelou uma luta de anos contra o Transtorno Bipolar, e que chegou a contemplar o suicídio;
5 – Virginia Woolf: A autora teve sempre como grande problema a depressão. E sua última crise de depressão foi fatal levando-a ao suicídio com os bolsos do casaco cheios de pedras;
6 – Liev Tolstoy: Um dos maiores ícones da literatura russa, e do mundo teria sofrido com a depressão e tendências suicidas causadas por confusão mental, em meio a suas reflexões e pensamentos diante do mundo;
7 – Patricia Cornwell: Outra escritora a sofrer com o Transtorno Bipolar, o que acaba gerando a crença de que seja necessário a ela pessoas para gerenciar seus demais assuntos, principalmente para lhe evitar distrações de seu ofício principal que é a escrita de seus romances policiais;
8 – Sylvia Plath: Poeta americana reconhecida por sua escrita extremamente pessoal, foi diagnosticada com Transtorno Bipolar. Em um romance semi-autobiográfico ela narra experiências pessoais com a auto-mutilação, tentativas de suicídio, depressão, insônia, paranóia, e outras manifestações de seu diagnóstico;
9 – Graham Greene: Sofria de transtorno bipolar, que teve um efeito profundo em sua escrita e vida pessoal. Em uma carta à sua esposa Vivien ele lhe disse que ele tinha “um caráter profundamente antagônico à vida doméstica comum”
10 -Richard Brautigan: Escritor e poeta norte americano depois de ficar preso como desordeiro e cumprir pena de 7 dias Brautigan estava comprometido com o Hospital Estadual de Oregon, em Salem, para avaliação de seu comportamento. No hospital, Brautigan recebeu tratamentos de choque elétrico e foi diagnosticado como esquizofrênico paranóico.
.
E ai, o que acharam? Alguns nomes na lista realmente me surpreenderam muito! kkk
.
Beijos!
Laury.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *