Página Inicial

Quero ser Beth Levitt por Samanta Holtz

Capa Beth LevittSamanta

Olá!! Como vão? Vi um texto de divulgação divo da Samanta e resolvi compartilhar com vocês! 😀 Espero que gostem.

Olá, queridos leitores!

     Quem de nós nunca desejou poder ser outra pessoa, mesmo que por um momento?

   Sempre há alguém em quem nos espelhamos. Alguém que admiramos, que possui as qualidades que gostaríamos de ter, ou em cuja vida vemos acontecer os sonhos que tanto sonhamos para a nossa própria.

    É esse o sentimento que povoa o coração de Amelie Wood, protagonista do meu novo romance: Quero ser Beth Levitt. Uma garota doce, de coração bondoso e apaixonada pela arte que consagrou sua mãe: o balé.

     Gosto de pensar nessa história como um “conto de fadas moderno”. A diferença, contudo, é que Amie não é uma princesa privilegiada, e sim uma jovem órfã que passou a adolescência em um humilde abrigo de meninas, esperando pelo dia em que completaria dezoito anos e deixaria aquela casa para encarar o mundo e buscar seus sonhos. Até que aquele dia, enfim, chegou.

    Acredito que muitos leitores irão se identificar com a Amie em seus sonhos, medos, lutas e descobertas, tão comuns a todos nós em qualquer fase da vida que exija mudanças e decisões. Espero, também, que a trajetória da nossa querida bailarina toque e inspire os leitores com toda a bondade e graciosidade que derramei no coração dela. Sim, Amie é uma das personagens mais doces que já escrevi! Foi delicioso colocar minhas mãos em sintonia com os passos de dança que os pés dela desenhavam no chão enquanto seu destino era traçado por minhas palavras. Foi emocionante fazê-la se apaixonar. Foi doloroso fazê-la viver decepções e decisões difíceis. Foi extasiante surpreendê-la com as pequenas e grandes surpresas que guardei para ela – e para vocês, leitores! Cada lágrima e cada sorriso que a história despertar em vocês será uma extensão do meu próprio sentimento, pois, dentro das 540 páginas, há mais que um conjunto de ideias; ali, em cada linha e cada frase, existe um pouco do meu próprio coração. E o que eu mais desejo é que esse sentimento todo realmente alcance a cada um de vocês, fazendo com que Quero ser Beth Levitt seja mais que um livro na estante, mas digno de ocupar um espaço em seus corações.

    Foi uma experiência única criar um mundo para Amie, bem como ter a honra de criá-la para o mundo. Pois eu acredito que não somos nós, escritores, que escolhemos as histórias que criamos; são os personagens que nos encontram e, sutilmente, entram em nossa imaginação, pedindo que escrevamos suas histórias.  Por isso, sou grata à Amelie e aos outros personagens por terem escolhido a mim para contar sua história. E sou grata especialmente a vocês, leitores: pois, ao abrirem as páginas do meu livro, estão também abrindo as portas do seu mundo para o meu, permitindo, dessa forma, que minha história e meus personagens, de fato, se tornem reais.

    Esse poder, queridos, é todo de vocês. Obrigada por fazerem uso dele e, assim, darem vida às minhas histórias!

Com carinho,

Samanta Holtz

Gostaram? Clique aqui e saiba tudo que já rolou aqui no blog sobre a Samanta e seus livros lindos!!

Beijos!

Laury.

fonte

0 Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *