Resenhas

[Resenha] Tamanho 42 não é gorda – Meg Cabot

Tamanho 42 não é gorda

Como eu sentia saudades da Meg! Meg Cabot é boa sempre, mas é essencial nas crises. Eu estava em crise literária e todos os livros que eu olhava me davam preguiça. Juro, nada estava interessante o suficiente. Até eu me deparar com um top5 de chick lits.

Acho que sabem que eu sou meio compulsiva por promoções e comprei o primeiro e segundo livro dessa serie porque era Meg e estava em promoção, mas antes de lê-lo fui ver umas resenhas e todo mundo dizia que o livro era péssimo, fora do estilo da Meg e tem uma quantidade razoável de abandonos no skoob. Pensei: “Que merda!”. E assim ficou o pobre coitado abandonado na minha estante, até eu ver o top5 e ele ficar nos primeiros lugares, super bem elogiado. Eu em crise, pensei: “Por que não? Afinal, é Meg Cabot.”.

E graças aos céus, não me arrependi!

O livro é ótimo! Definitivamente é diferente do estilo da Meg, afinal é um romance policial. Sim, romance policial! Não se deixem enganar pela capa rosa ou pelo nome de auto ajuda, estamos lidando com um chick lit policia! E apesar dos vários livros da Meg que envolvem quebra pau, personagens que chutam a bunda de fantasmas e sequestradores, esse é o primeiro que leio que tem essa pegada suspense policial mais nítida. Mas isso tudo sem tirar a emoção Meg Cabot. É nitidamente um livro dela, e um pouco mais adulto também (o estilo da escrita parece muito com Rainha da Fofoca), sem perder a diversão.

Nossa protagonista é Heather Wells, uma cantora pop que fazia sucesso e agora está no fundo do poço. Sua mãe fugiu com seu dinheiro e seu agente, ela pegou o namorado em momentos nada legais com outra mulher, foi demitida por querer cantar as próprias musicas e agora trabalha como diretora-assistente de um alojamento estudantil, além de morar com o irmão mais velho de seu ex e estar engordando cada vez mais.

O que é uma leve crise se você analisar que tudo pode piorar, afinal, sempre pode morrer alguém, certo? E é exatamente isso que acontece. Uma das estudantes do alojamento é encontrada morta no fosso do elevador, suspeita de praticar surf de elevador (pular do teto de um elevador a outro quando eles estão em movimento. Eu também nunca tinha ouvido falar kkk). Não é a primeira vez que isso acontece na cidade e a policia descarta o crime, mas Heather não, afinal, a garota morta é “certinha” de mais para surf de elevador.

Bem, a história começa calma, leve e divertida, mas com o passar das páginas vai ficando densa e você desesperada. Fui enganada igual um patinho! Demorei horrores para juntar todas as peças. No final eu estava quase parindo um filho, sério mesmo! Kkk E convenhamos que nossa personagem não ajuda.

Heather é meio, com o perdão da palavra, patética. Ok, ela não é totalmente sem graça, mas no inicio tenho vontade de bater nela, graças aos céus ela melhora e quase (quase!) dá para ser chamada de heroína.

Achei a estória viajada, mas real. Dá para entender? É meio que o extremo de até onde podemos chegar pelas aparências. Afinal, como o título diz: Tamanho 42 não é gorda. Mas tem gente que não pensa assim, não só não pensa assim, como acha que aparência é tudo o que importa. E faz tudo por ela, definitivamente tudo. Meg encontrou uma maneira leve e divertida para tratar um assunto tão sério.

Heather é legal e sinto que ainda vai crescer MUITO nos próximos livros (sim, é uma série e tem mais 2), ela me deu orgulho com o decorrer do livro, porque apesar da lerdeza, vemos que ela tem fibra.

Mas vamos ao nosso personagem masculino: Cooper! Ele é belo, inteligente, preocupado, fofo, o amor da vida de Heather e… (bufem os tambores) …irmão do ex-namorado dela. Exatamente. Preciso dizer que é um romance complicado? Ainda mais quando o romance só parte dela?

Ok, chega, ou vou acabar dando spoiler, mas o final me deu um pouquinho de raiva, e se você já leu A Mediadora, meu camarada, você vai sentir nesse livro a mesma raiva que sentiu lá, só digo isso.

Livro recomendado, divertido e empolgante, mas que não leva para casa o selinho AWN de qualidade (espero do fundo do meu coração entregá-lo ao segundo livro da série).

Beijos!

Laury.

0 Comments

    1. Laury A Author

      Oi Nessaaaa!
      Sou apaixonada nessa capa nova, tenho os dois primeiros e estou louca no terceiro, mas o preço dele simplesmente me mata. :'(
      E concordo, coleção com capa diferente dá dor no coração. kkk

      Beijos!

      Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *