Maniaca por Livros, Resenhas

[Resenha] A Filha da Tempestade – Richelle Mead

Filha da tempestade

Livro: Filha da Tempestade | Autora: Richelle Mead

Comprar: Submarino | Saraiva

***

Olá! Como vão?

Bem, não sei se sabem, mas a Richelle Mead é uma autora que adoro! Responsável pela série Academia de Vampiros, lembram dela, não? E como tenho a mania de comprar um livro só porque gosto do autor, mesmo não tendo ideia do que é o livro, acabei comprando Filha da Tempestade.

Se eu pudesse resumir o livro em uma única coisa, seria um grito! É possível amar e odiar um livro ao mesmo tempo? Deve ser possível, porque foi isso que senti.

Filha da Tempestade conta a história de Eugenie, uma xamã. Os irmãos winchester versão feminina, sabe? Só que ela cobra por seus serviços. A história começa quando ela recebe uma proposta de trabalho no qual ela terá que se transportar para o Outro Mundo com corpo e tudo, e o trabalho chega junto com a noticia de que as pessoas do outro mundo descobriram sua identidade.

Vou explicar, para trabalhar ela usava o nome Odile cisne negro, que era a forma que sua alma tomava no outro mundo, mas sabendo o nome verdadeiro dela fica mais fácil achá-lá e atacá-lá no nosso mundo. Pois bem, tentando decidir se vai ou não de corpo e alma para o Outro Mundo, ela conhece Kiyo. Kiyo pode ser resumido em uma palavra: QUENTE! Eu sei que vocês me entendem.

cot4

Acaba que ela resolve fazer o trabalho, mas para ter êxito ela precisa pedir apoiou do opositor de quem ela vai “atacar”. Nisso se envolvendo no mundo dos nobres – vulgo fadas. Dorian é daqueles típicos reis sem graça e entediados. Bem, pelo menos essa é a primeira impressão que se tem, mas ela não se mantém por muito tempo.

Muita coisa acontece, muita coisa dá errado e o mundo de Eugenie vira de cabeça para baixo em um piscar de olhos. Dois terços do Outro Mundo quer estuprá-la e a outra parte quer simplesmente matá-la e enquanto isso ela se perde em um triângulo amoroso não muito consistente e tenta controlar poderes que acabou de descobrir que tinha. Ela se torna parte do Outro Mundo de uma forma que não queria ou planejava.

Mas vamos analisar por partes. Adorei Eugenie, ela é a clássica personagem da Richelle Mead, forte até falar chega, mas que amolece por um amor. Perdoável, mas extremamente irritante. Gostei mais da Rose. Ainda mais porque é um triângulo amoroso tendencioso. A todo momento você vê que ela esta sendo empurrada para Kiyo, e sinceramente, eu achei o amor deles muito fraquinho. Sim, fraquinho! Quem já leu não surte, eu falei que o AMOR deles é fraquinho, não o sexo. Esse realmente não é fraco, mas sinceramente, amor se resume a isso?

cot2

Surpreendentemente nesse livro fiquei com o segundo do triângulo, novamente. Dorian é simplesmente perfeito. Kiyo se mete em briga pela Eugenie o tempo todo, mas sinto que Dorian se importa mais, ajuda ela mais! Contra todas as cartas, eu acredito no amor dele. E acho o de Kiyo muito superficial.

Uma coisa MUITO interessante é a mitologia. Uma coisa bem típica da Richelle. Você aprende muitas coisas sobre todos os tipos de mitologia, até conversamos com Perséfone.

E para as entusiastas de Cinqüenta Tons: vocês precisam ler esse livro! Ele não é erótico, mas tem certas partes que você fica simplesmente: OMG! E é bem escrito, ponto para a Richelle. Tem também ação, aventura e muitas situações angustiantes. Mas aí você pergunta: cadê a parte odiável do livro? Não sei.

A história é boa, é tudo muito bom, mas as decisões não me agradaram. Estava tudo muito bem, no rumo que eu queria, até que nossa protagonista surtou e resolveu mudar o rumo da história, naquele momento: “Que merda é essa que ela esta fazendo?”. A partir desse momento eu literalmente gritei e soquei tudo que estava perto. Todo mundo me olhando com aquela cara WTF. Mas vamos ser claras, amei tudo e odiei o final. Entendem? Mas como é uma série, muita coisa está por vir e sinceramente espero que Eugenie mude de ideia quanto algumas coisas e a Agir crie vergonha na cara e lance esses livros logo! Filha da Tempestade foi lançado em junho de 2011 e até agora nada da continuação, enquanto a autora já lançou 4 livros da série. Isso mesmo, quatro!

Obviamente recomendo, não vou condenar o livro apenas pelo final que não me agradou, ainda mais por um final que não é definitivo e minha pessoa amando a autora e conhecendo muito bem sua capacidade de escrita. Se você nunca leu um livro dela, leia Academia de Vampiros!

Pois bem, para finalizar a resenha, duas partezinhas do livro que gostei:

cot1

cot5

É isso! O que acharam? Já leram?

Beijos!

Laury.

P.s.: Gostaram dessa coisa de pequenos trechos espalhados pela resenha? É que a minha pessoa está de celular novo e ficou empolgada. rsrs Vocês entendem, não? 🙂

6 Comments

  1. Madu

    Cara, comprei o livro porque li um resumo pequeno que tem na capa e gostei. estou lendo ainda, mas, estou amandooo.. recomendo para quem gosta de livros sobre mitologia e outros seres, sem falar com romance kk e.e

    Reply
  2. Jéssica

    Olá Laury, eu me chamo Jéssica e li todos os livros de Academia de Vampiros e simplesmente me apaixonei pelo trabalho da Richelle, eu acho ela uma escritora fantástica. Eu sou como vc leio livros pelo o escritor e ela é barbara.
    Eu acabei de comprar o livro Filha da tempestade e adorei sua resenha, alias adorei seu blog e parabéns!

    Reply
    1. Laury Author

      Eles são maravilhosos, não? *-* Rose e Dimitri são simplesmente perfeitos!! Queria ter mais meio mundo de livros dele para ler. Mas como não tem mais, tento me contentar com os outros que a Richelle escreve kkk
      Vi que esse ano vai lançar um novo dela que parece ser muito bom. Estou mega curiosa!!
      Obrigadaaa!! Espero que passe sempre por aqui. :*

      Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *