Divulgação, Notícias

[Entrevista] Mila Wander

1

Olá!! Como vão?

Como prometido, hoje é dia 2 de janeiro e a minha pessoa está de volta, tirando oficialmente o blog do recesso! Sejam bem vindos novamente meus lindos!!

E bem, nada melhor para iniciar o ano como uma entrevista, não acham?

Essa será um pouco diferente das outras, pois será a primeira entrevista que farei sem ler o livro, então me dêem um desconto, ok? Na verdade infinitos descontos. kkkk

Como não posso me concentrar no livro, vou me concentrar no meu segundo principal meio de escolher um livro, conhecendo um autor, então não estranhem se algumas perguntas não tiverem nada haver com literatura, ok? Eu não enlouqueci (ainda)! kkkkk

A Mila eu conheci totalmente por acaso no meio de uma confusão que envolveu um blog literário, um autor e uma critica negativa totalmente desastrosa. E não foi o meu blog, ok? Pretendo nunca fazer o que certo blog fez. Mas enfim, a Mila é muito gente fina (eu copiando o palavriado de uma amiga, mas ok) e bati altos papos com ela. Ela é autora do livro Meu Conselheiro de Luz (vou ver se amanha falo um pouquinho dele aqui com vocês e quando eu ler o livro juro que faço outra entrevista com perguntas pertinentes ao livro, ok?).

E enquanto não lemos seu livro, que tal conhecer um pouco de sua personalidade? Espero que gostem!

– Qual seu meio de produção de personagens? Você se baseia em pessoas que conhece ou eles surgem na sua mente, já prontos, em um belo dia de verão?

Eles surgem na minha mente, já prontos, em um belo dia de verão. Kkkk É sério, às vezes crio um personagem e nem sei o que ele vai fazer… Quando menos percebo o dito cujo já faz parte fundamental da narrativa. É uma coisa bem estranha, confesso, pois nunca sei o que acontecerá nas minhas histórias. Até eu acabo sendo surpreendida.

– O futuro. Coisinha complicada, não? O que você espera do seu?

Espero ser reconhecida pelo meu trabalho. Estarei mentindo se disser que não sonho em conquistar meu espaço, ganhar prêmios literários e ser convidada para festinhas chiques… kkkk Sonho com tudo isso e até me imagino vivendo dessa forma. Pode parecer loucura, mas imaginar que estou me dando bem no que amo fazer me faz viver melhor.

– Acho que essa talvez é a pergunta mais ridícula de se fazer a um escritor, mas nunca se sabe: ler o livro ou ver o filme?

Com certeza ler o livro. Muito mais completo e emocionante. Não há nada melhor do que usar a imaginação!

– Sou apaixonada por comida, mas só sei fazer miojo. Kkkk E você?

Olha, não estou muito distante de você! kkk Mas até que aceito uns desafios culinários às vezes. Coisa pouca, mas a família até que gosta!

– Qual foi o seu primeiro amor por celebridade? Quando você olha ele você pensa: “Onde eu estava com a cabeça?” ou “Fiz a escolha certa!”?

Kkkkkkk Adorei a pergunta! Creio que minha primeira paixão foi pelos Backstreet Boys. Nunca fui tão fã de alguém quanto deles. Hoje em dia não costumo ser fanática por bandas, atores, cantores e etc., mas respeito quem o faz. O que dizer deles? Ainda são uns amores e gosto muito! Meu maior arrependimento foi não ter ido ao show deles que teve na minha cidade ano passado… :/ Devia ter ido relembrar os velhos tempos…

– De onde você tira inspiração para escrever?

Sinceramente? Não sei. A história surge na minha mente e daí tenho que escrever. Algo fica martelando, coçando, e fico angustiada se não atender a esse apelo. É bem doido! Creio que isso é uma coisa que me faz ter certeza de que nasci para escrever.  Que outra explicação teria?

– Se você fosse um livro e precisasse ser classificada, como seria? Romance, comédia, terror… Classificação livre, maiores de 18… rsrs

Acredito que eu seria um romance com classificação livre. Daqueles bem clichês mesmo! kkkk

– Se em um belo dia você acordasse e fosse super famosa, como a Meg Cabot (nada melhor que a minha e a sua escritora favorita como exemplo kk), o que você faria? Como se sentiria?

Meg! *0* Caraca, não faço ideia. Mas ficaria muito feliz e honrada, com a sensação maravilhosa de que meu trabalho vale a pena. Imagine só?

– Como é para você escrever? Alguma vez já quis sair nos tapas com seus personagens?

Escrever para mim é tudo. Sabe, realmente me achei na escrita, como se o tempo todo eu procurasse por algo que desse sentido para minha vida… e tivesse encontrado!

E sim, já quis muito sair no tapa com alguns de meus personagens! Kkkk De outros livros também.

– Os livros que leio tendem a ter um cara perfeito e que não existe. Você também gosta de iludir suas leitoras assim? kkkk

Adoro iludir as leitoras e a mim mesma! O que seria de nós sem esses heróis literários? kkkk

– Por que decidiu ser escritora? Em que momento você disse “É isso que quero da vida!”? Ou esse momento ainda não chegou? Rsrs

Desde que terminei de escrever “Meu Conselheiro de Luz”, disse a mim mesma: eu consigo e quero isso para mim.

– Ser escritor no Brasil não é fácil e qualquer pessoa que tem um mínimo de convívio com livro sabe disso, então como foi essa experiência para você? Como foi superar a historia do “autor brasileiro iniciante”?

Bom, acho que ainda não superei essa história de autor iniciante. É bem complicado a divulgação, as vendas, etc… Foi difícil e ainda está sendo. Creio que ainda terei muito a batalhar para conquistar meu espaço!

– Você tem uma pessoa ou várias que lhe inspiram profundamente?

As pessoas, de um modo geral, acabam me inspirando bastante. Seus comportamentos, gestos, atitudes… Tudo isso é processado pela minha mente e transformado em histórias, nem que seja apenas uma parte dela.

– Sempre que vou escrever alguma coisa, até mesmo uma frase, gosto de colocar uma música para me colocar no humor certo. Você também faz isso? Qual seu top 5 de mais escutadas?

Não faço isso porque só consigo escrever em silêncio. Meus pensamentos, Deus e eu. Somente. Quanto às músicas, eu costumo ouvir antes ou depois, depende muito. Elas acabam me ajudando a pensar nos próximos passos da narrativa, aguçam meus sentimentos para com a obra e traz mais emoção a cada coisa que escrevo. Meus gostos são muito ecléticos e não tenho músicas fixas… Varia muito de livro para livro. Atualmente estou escutando muito Victor e Léo. Há uns tempos atrás nem gostava deles, mas coloquei umas músicas no meu MP4 e meio que viciei em algumas letras. Estão me ajudando bastante.

– Você é escritora e pelo que andei descobrindo, faz mais outras infinitas coisas, mas qual seu talento secreto? Aquele que não tem escrito em nenhum lugar?

Talento secreto? Hum… Acho que não! Pelo menos não consigo me lembrar de nada agora! Sou péssima em esportes, não canto muito bem, nem pinto, nem interpreto… kkk Creio que meus talentos são apenas dois: a escrita e a maquiagem!

– Qual o livro que quer ler desesperadamente?

Ultimamente? Presságio – O Assassinato da freira nua. Estou tão curiosa! Já comprei o meu exemplar e estou esperando os correios dar as caras! Kkk

– Qual o melhor livro de 2012?

Ahh! Li tanta coisa boa! Sério, nem me lembro mais de todos os livros que li, foram vários. Mas acho que “O Pássaro” da Samanta Holtz foi o que mais me marcou. 

*Se você ainda não sabe do que ela está falando, confira a Resenha de O Pássaro!*

– Qual autora ou autor que teve a oportunidade de conhecer e simplesmente amou? (Como AMO colocar as pessoas na saia justa, só pode escolher um! Kkkk)

Olha só, ela vai aparecer aqui de novo: Samanta Holtz. Finalmente a conheci pessoalmente! Ela veio fazer uma sessão de autógrafos aqui em Recife e, com certeza, marquei presença!

*Dona Samanta bombando na entrevista de hoje, se quiser conhecer um pouco mais sobre ela: Entrevista com a Samanta Holtz!*

– E para terminar, qual aquele livro maravilhoso que merecia ser um filme?

Todos os do André Vianco merecia virar filme. Sério, daqueles dignos de Hollywood. Faria mais sucesso do que muitos que vejo por aí. Imagina um filme de “Bento” ou de “Os Sete”? Ia ser PERFEITO! 

***

Não resisti e acabei colocando uns asteriscos perdidos por ai e até que gostei da ideia, quem sabe eu faça mais vezes. 🙂

Mas enfim, dona Mila é ou não é muito gente fina? Estou louca para ler seu livro, li a sinopse e achei super diferente do que a gente costuma ver por aí, o que já ganha pontos extras! rsrs

MUUITO OBRIGADO MILA POR SEU TEMPO, ATENÇÃO, BOM HUMOR E BOM PAPO! VOCÊ É UMA PESSOA MUITO GENTE FINA QUE ADOREI ENTREVISTAR E PASSAR UM BOM TEMPO CONVERSANDO! E ESSA NÃO SERÁ NOSSA ULTIMA ENTREVISTA, OK? ADOREI!!

E para saber mais sobre a Mila, visitem o seu blog!

O que acharam da entrevista pessoas? Estou aprovada nesse tipo de entrevista?

*Prometo que vou para de falar gente fina, ou pelo menos tentarei. kkkk

Beijos!

Laury.

0 Comments

  1. Adoreeeei nossas conversas, a entrevista e todo cuidado que teve para deixar o post bem especial. Muito obrigada mesmo, você é muito competente no que faz e vai looonge! Já roubei o banner que fez, está bem guardadinho! kkkk Desejo muito sucesso para você e seu blog, que 2013 venha com tudo! Beijãoo!

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *