Resenhas

[Resenha] Não Sou Este Tipo de Garota – Siobhan Vivian

Oi queridos! Tudo bem com vocês? Espero que sim e que curtam a resenha. 🙂

~*~

Talvez essa seja uma das resenhas mais difíceis que eu já tenha feito (ok, pode parecer que falo isso de mais, mas fazer o que, cada vez mais os livros que leio me surpreendem. rsrs) Você não dá nada pela capa, o julga bobo pelo título, mas esse livro guarda uma história fascinante. Inspiradora até. Desde o começo ficava pensando “Meu Deus, como vou fazer uma resenha disso?”. Pode pensar que sou dramática, porque sou mesmo. hehe

Não sei justificar essa dificuldade, é só que quando penso nesse livro, o que me vem a cabeça é o que aprendi com ele. A estória em si me foge um pouco, mas vamos lá, farei o melhor que posso.

“Não sou este tipo de garota” tem como personagem principal Natalie Sterfing, mas acaba contando também a estória de mais duas garotas e suas buscas por auto-conhecimento, auto-aceitação e aceitação dos outros, Autumn e Spencer Biddle.

Natalie é o “elo de ligação” das duas, sendo melhor amiga de uma e ex-babá da outra. Natalie é o exemplo de garota perfeita, altas notas, preocupada com faculdade, concorrendo a presidente do conselho estudantil, amiga de professores, diretores, enfim, o sonho de todos os pais e algo raro na sua escola. Sua reputação é impecável e ela pretende manter assim.

Já Autumn tem um passado. E que passado! Mesmo depois de três anos ele a persegue. E para completar tudo, chega Spencer que já chega construindo uma reputação nada agradável, a qual garante manter controle.

É seu ultimo ano no ensino médio e Natalie espera que tudo seja perfeito, o que é durante, vejamos, um dia. Em um piscar de olhos tudo desmorona, ela tenta ajudar as pessoas e arruma problemas para si mesma. Acaba arranjando briga com as pessoas erradas, decepciona quem não queria e acaba se envolvendo com a última pessoa da sua lista de possíveis pretendentes.

As três seguem no livro aos trancos e barrancos, alternando em quem consegue errar mais e ter a pior reputação. E nisso acabam se perdendo de si mesmas e das outras.

Bem, como eu disse, o livro é uma busca por si e gostei de todas as personagens, mesmo que as vezes quis bater em cada uma delas. As três são fortes da sua maneira e imbecis a sua maneira também. Natalie não consegue reconhecer seus sentimentos e preocupa de mais com os outros. Spencer acha que mesmo quando é objeto das pessoas, está no poder. E Autumn tem um sério problema para diferenciar boas pessoas e más pessoas.

Adorei o Connor, senti nojo do Mike e gostei muito da Srta. Bee, apesar de as vezes não concordar muito com ela e certos julgamentos.

Acima de tudo e dentro da estória, o livro fala de mulheres fortes, entre elas Simone de Beauvoir, por quem tenho um certo respeito. Fala de feminismo, respeito, amor, amizades e escolhas. E como as escolhas são importantes nesse livro (acho que também na nossa vida, mas ok).

É um livro que se julga bobinho, mas que quando se lê com atenção, te faz refletir mais do que muito livro que se vê por ai. Eu sinceramente me apaixonei pelo livro e recomendaria para qualquer um, principalmente para mulheres que ainda não aprenderam a importância de ser forte e se dar ao respeito.

E você, já foi forte hoje?

Beijos queridoos,

Laury.

0 Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *